O diálogo foi assim:

_ Olha, este monitor é do Toni. Eu não posso vender uma coisa que não é minha (me foi pedido pra vender o monitor e CPU da casa da minha mãe).

_ Você é doente? Ele me deu. Se ele me deu, não é mais dele.

_ Mas ele deu mesmo? Ou só emprestou? Porque eu não lembro disso.

_ Ah, você é doente.

Eu saí da sala. Não tenho direito de esquecer!

Então quando a gente fala que as pessoas precisam aprender a se comunicar de forma não violenta, é disso que a gente tá falando.

Isso cansa…

Anterior Posterior

Deixe o seu recado!

voltar ao topo